9.12.14

A FÉ DO REI HERODES


Um tipo de crença que não conduz à salvação. Quando Jesus nasceu, grande parte do mundo era dominado pelo Império Romano. Entretanto, Roma permitia a existência de governos locais em várias províncias, inclusive o domínio de alguns reis, como era o caso de Herodes Magno, que governava a Palestina e adjacências (Mt.2). Embora governasse o povo de Israel, Herodes não era judeu, mas idumeu, ou seja, descendente de Esaú. Ele foi o primeiro de uma dinastia. A bíblia cita seis Herodes. Quando Herodes Magno morreu, seu território foi dividido entre seus 3 filhos: Arquelau, Antipas e Filipe. O sucessor de Filipe foi Agripa I (At.12), que foi sucedido pelo filho Agripa II (At.25.13). O personagem que nos interessa nesta mensagem é Herodes Antipas, citado em Mateus 14: “Naquele tempo ouviu Herodes, o tetrarca, a fama de Jesus. E disse aos seus criados: Este é João Batista que ressuscitou dos mortos, e por isso estas maravilhas operam nele. Porque Herodes tinha prendido João, e tinha-o maniatado e encerrado no cárcere, por causa de Herodias, mulher de seu irmão Filipe; Porque João lhe dissera: Não te é lícito possuí-la”. (Mt.14.1-4). Herodes ouviu falar sobre Jesus, assim como muitos têm ouvido hoje. As notícias chegaram ao palácio, mas o rei não tomou nenhuma iniciativa no sentido de encontrar-se com Cristo. Herodes tinha poder e autoridade. Dinheiro, bens e prazeres estavam à sua disposição. Ele não estava doente, faminto, desempregado nem deprimido. Aparentemente, não precisava de Cristo. É o que pensam muitas pessoas na atualidade. Muitos ouvem o evangelho nos nossos dias. Isso é muito importante e necessário. Contudo, ouvir não é o bastante. A boa notícia exige um posicionamento. Herodes acreditou no que ouviu. Ele não questionou os milagres que Jesus fazia, mas lhes atribuiu uma explicação curiosa, dizendo que Jesus era João Batista ressuscitado. A fé do rei Herodes era avançada para a sua época. Ele acreditava na ressurreição dos mortos. Contudo, sua opinião estava errada. Jesus não era João. Quantas opiniões erradas sobre Deus e sobre Jesus são ensinadas e defendidas até hoje! A fé do rei Herodes era admirável, mas faltava-lhe o conhecimento. Tomando por empréstimo as palavras de Tiago, perguntamos: “porventura sua fé poderia salvá-lo”? Não. Não basta que tenhamos uma grande fé. É necessário que ela esteja fundamentada na Palavra de Deus. Caso contrário, será apenas uma superstição, uma crença na mentira. A fé não é um fim em si mesma. Ela é como o dinheiro que, se for mal aplicado, pode trazer a ruína. Herodes tinha fé, mas sua vida não era coerente com sua crença. O rei vivia em adultério com a mulher de seu irmão. Uma fé que não produz mudança de vida pouca utilidade terá. Não adianta acreditar em Jesus e continuar no adultério, na prostituição, na fornicação, no engano, no roubo, no homossexualismo ou na idolatria. Esta é a fé do rei Herodes: Uma fé baseada em suposições; uma fé sem arrependimento e sem compromisso com Cristo; uma fé morta. Uma das maiores evidências de sua vida errada foi o fato de haver matado João Batista. Poderia ter sido perdoado, caso se arrependesse, mas isso não aconteceu. Herodes foi contemporâneo de Jesus Cristo, mas não tinha consciência desse grande privilégio. Perdeu maravilhosa oportunidade de conviver com o Mestre. Finalmente, o rei encontrou-se com Jesus antes da crucificação (Lc.23.8). Foi a sua segunda chance. Depois das notícias, o encontro pessoal. Muitas pessoas se encontraram com Jesus em várias situações, mas Herodes estava ali para julgá-lo. O propósito não era certo. Precisamos questionar os motivos que nos levam a Cristo. Está escrito que Herodes alegrou-se muito ao ver Jesus. A alegria na presença do Senhor é muito boa, mas isso não é suficiente. Seria melhor se Herodes ficasse triste. Seria melhor se houvesse nele algum sinal de arrependimento pelos seus pecados, mas não havia. Em algum momento ficaremos tristes na presença do Senhor. O arrependimento produz tristeza. Quem nunca se entristeceu pelos seus pecados, não se arrependeu deles. Herodes tinha fé, mas não se arrependeu, não se converteu nem se tornou um discípulo. Embora Jesus seja o rei dos reis e Senhor dos senhores, Herodes o via como um súdito. Ele deveria ter reconhecido que o verdadeiro Rei é Jesus, mas não reconheceu. O que fez em seguida? Escarneceu, zombou de Jesus, e o rejeitou, devolvendo-o a Pilatos (Lc.23.11). Tendo demonstrando fé no princípio, errou em sua decisão final. Poderia ter libertado Jesus, mas preferiu entregá-lo novamente a Pilatos. Herodes encontrou Jesus, mas não foi salvo. Ouviu, creu, mas não tomou as decisões corretas sobre Cristo. Quais têm sido as nossas decisões? Que tipo de fé é a nossa? O rei Herodes haverá de encontrar-se com Jesus novamente no dia do Juízo, não para julgá-lo, mas para ser julgado por ele. Nós também estaremos lá. Qual será nossa situação? Isso dependerá das nossas escolhas hoje. Precisamos reconhecer a Cristo como nosso Senhor, Salvador e Rei, antes que ele volte como juiz. Pr. Anísio Renato de Andrade. www.anisiorenato.com __._,_.___ Enviado por: anisiorenato@ig.com.br

14.4.14

Homilética -DEFINIÇÃO DO TERMO


público nasceu na Grécia antiga com o nome de Retórica. O cristianismo passou a usar esta arte como meio da pregação, que no século 17 passou a ser chamada de Homilética. Vejamos algumas definições que envolve essa matéria: Discurso - Conjunto de frases ordenada faladas em público. Homilética - É a ciência ou a arte de elaborar e expor o sermão. Oratória - Arte de falar ao público. Pregação - Ato de pregar, sermão, ato de anunciar uma notícia. Retórica - Conjunto de regras relativas a eloquência; arte de falar bem. Sermão - Discurso cristão falado no púlpito. FINALIDADE O estudo da Homilética abrange tudo o que tem a ver com a pregação e apresentação de práticas religiosas: como preparar e apresentar sermões de maneira mais eficaz. IMPORTÂNCIA DA MATÉRIA Sendo a HOMILÉTICA a "Arte de Pregar", deve ser considerada a mais nobre tarefa existente na terra. O próprio Jesus Cristo em Lucas 16 : 16 disse: Ide pregai o evangelho... Quando a Homilética é observada e aplicada, proporciona-se ao ouvinte uma melhor compreensão do texto. A observação da Homilética traz orientação ao orador. A ELOQUÊNCIA ELOQUÊNCIA é um termo derivado Latim Eloquentia que significa: Elegância no falar, Falar bem, ou seja, garantir o sucesso de sua comunicação, capacidade de convencer. É a soma das qualidades do pregador. Não é gritaria, pularia ou pancadaria no púlpito. A elocução é o meio mais comum para a comunicação; portanto deve observar o seguinte: 1. Voz - A voz, é o principal aspecto de um discurso. Audível Todos possam ouvir. Entendível Todos possam entender. Pronunciar claramente as palavras. Leitura incorreta, não observa as pontuações e acentuações. 2. Vocabulário - Quantidade de palavras que conhecemos. Fácil de falar - comum a todos, de fácil compreensão - saber o significado Evitar as gírias, Linguagem incorreta, Ilustrações impróprias. ALGUMAS REGRAS DE ELOQUÊNCIA - Procurar ler o mais que puder sobre o assunto a ser exposto. - Conhecimento do publico ouvinte. - Procurar saber o tipo de reunião e o nível dos ouvintes. - Seriedade pois o orador não é um animador de platéia. - Ser objetivo, claro para não causar nos ouvintes o desinteresse. - Utilizar uma linguagem bíblica. - Evitar usar o pronome EU e sim o pronome NÓS. A POSTURA DO ORADOR É muito importante que o orador saiba como comportar-se em um púlpito ou tribuna. A sua postura pode ajudar ou atrapalhar sua exposição. A fisionomia é muito importe pois transmite os nossos sentimentos, Vejamos : - Ficar em posição de nobre atitude. - Olhar para os ouvintes. - Não demonstrar rigidez e nervosismo. - Evitar exageros nos gestos. - Não demonstrar indisposição. - Evitar as leituras prolongadas. - Sempre preocupado com a indumentária. ( Cores, Gravata, Meias ) - Cabelos penteados melhora muito a aparência. - O assentar também é muito importante. Lembre-se que existem muitos ouvintes, e estão atentos, esperando receber alguma coisa boa da parte de Deus através de você.

28.4.13

Receita do sucesso


Texto: Josué 1:8 Introdução: Os livros de autoajuda e os manuais são imensamente populares hoje. As pessoas querem saber como serem bem sucedidas, como conquistar amigos, como ganhar dinheiro, como obter uma promoção, como perder peso - é tudo sobre ser bem sucedido. No entanto, a Palavra de Deus é o manual de sucesso original e todos os manuais verdadeiramente úteis tem "segredos" que são baseadas na Palavra de Deus. Josué está prestes a embarcar em uma nova fase em sua vida. Os desafios que iria enfrentar eram assustadores e muito além de sua capacidade. Deus dá-lhe uma: "Receita do sucesso” que eu quero compartilhar com você em 4 pontos: I. Determine a base de sua vida sobre a Palavra 1. Os mandamentos de Deus são para o nosso bem: O Senhor tem falado conosco sobre os Mandamentos: que eles são para nosso bem. Ele está dizendo a Josué aqui para tomar uma decisão. 2. Você deve decidir: O mandamento é dado pela negativa, porque é fácil que isso aconteça! É fácil deslizar para trás - desordem, desânimo, ocupação. É preciso uma forte decisão e esforço para fazer isso. 3. Isso está acontecendo pouco antes de um grande evento: Josué está assumindo um novo papel, ele está liderando um grande povo, eles estão prestes a entrar na Terra Prometida, eles devem enfrentar muitos inimigos, eles precisam de sucesso. Não é assim a vida? II. Cave fundo dentro da Palavra. 1. Medita nela dia e noite: Primeiro deve estar em sua boca. Ex. Judeus: aprender com a boca - pela repetição que entra no coração. Salmista no Salmo 1:1-2 e Salmos 119:11. 2. A Palavra é uma mina de ouro: quanto mais você medita (ruminar) mais bondade você extrai dela. Seixos são encontrados na superfície; diamantes você tem que cavar fundo. Isso é poderoso. III. Fazer o que a Palavra diz. 1. O objetivo é a aplicação: Não apenas o conhecimento da Bíblia, vencer concursos, ser um professor, mas pratica-la. 2. A parábola de Jesus sobre os homens sábios e tolos: Mateus 7:24 - A diferença estava na prática. Ambos ouviram a palavra de Jesus, mas um prática e o outro, não. 3. Simplesmente escutar sem praticar é engano: Tiago diz que (Tiago 1:22-25). É como olhar para si mesmo no espelho e esquecer a sua imagem. Uma vez que a Palavra é viva, ela vai falar conosco e devemos, então, obedece-la. IV. Obtenha o sucesso da Palavra. 1. Prosperidade e sucesso: Estes são subprodutos de uma vida baseada na Palavra. Se o processo é correto a qualidade é garantida. Você vai ver! 2. Deus quer nos prosperar e nos fazer bem sucedidos: contra a opinião popular, Deus quer que sejamos abençoados, próspero e bem sucedidos (III João 2 e Salmos 35:27) 3. Deus nos deu tudo o que precisamos para a vida: II Pedro 1:3-8. Está tudo em Sua Palavra, mas temos que aplicá-la. Conclusão: Vamos determinar que seremos pessoas da Palavra. Vamos cavar fundo dentro dela, fazer o que ela diz e obter o sucesso e a prosperidade que ela tem para oferecer. Pr. Aldenir Araújo

Lições do milagre da filha de Jairo


Texto: Marcos 5:22-24; 35-42 Introdução: Anteriormente, eu compartilhei com vocês como Jesus curou uma mulher que sofria de "Hemorragia". Jesus a curou enquanto estava a caminho da casa de um lider da sinagoga, chamado Jairo, cuja filha estava prestes a morrer. Hoje vamos ver o que se seguiu este grande milagre e o que podemos aprender com esse incidente? 1. Deus mostra misericórdia para com as pessoas de humildade e fé sincera. V. 22-24 A. Jairo - Um homem de humildade 1. Estou certo de que Jairo encontrou muita dificuldade para chegar a Jesus. 2. Ele era um líder da sinagoga e as sinagogas eram praticamente fechadas para Jesus por causa de suas atividades no sábado e a oposição aos Fariseus. 3. Esse homem que vem a Jesus mostra que ele tinha um coração humilde. 4. Ele caiu aos pés de Jesus: Jairo era um homem de autoridade. Mas ele reconheceu autoridade maior de Jesus. B. Fé sincera 1. Ao contrário do centurião, que tinha fé para acreditar que se Jesus dissesse apenas uma palavra de cura era suficiente para curar seu criado que estava em casa; Jairo pediu a Jesus para entrar em sua casa. Mas embora Cristo aplaude uma grande fé, ele não desanima ou rejeita uma fé fraca, desde que seja sincera. 2. Portanto peça a visita de Deus em todos os seus problemas. (É claro que isso não significa que Deus sempre mudará as circunstâncias. Mas a maioria das vezes ele vai nos mudar nas circunstâncias). 2. Para Deus nunca é cedo demais – Como nunca é tarde demais. V. 5:35-37 A. Nada está além do controle de Deus 1. Assim que Jesus despediu a mulher, mensageiros vieram da casa de Jairo. Eles disseram: "Não incomodes mais o Mestre”. Era tarde demais, nada mais poderia ser feito, e a vida da criança tinha ido. 2. Eles não acreditavam que até mesmo a morte está sob o controle de Jesus. B. Temos a garantia de Deus, independentemente de nossa situação. 1. Observe as palavras de Jesus para Jairo. "Não temas, crê somente e ela será curada" 2. Não deixe o medo de se levantar contra sua fé em Deus. Em vez disso lembre-se que você tem a garantia de Deus e que ele trabalha no seu tempo perfeito. 3. É preciso ver as coisas de maneira diferente. V. 38:42. A. Deus vê as coisas de forma diferente - podemos ver as coisas do ponto de Deus? 1. Naquela época era um costume contratar carpideiras para lamentar a morte de um indivíduo. Havia um frenesí terrível nisso. Elas teriam na verdade, que rasgar suas roupas, arrancar os cabelos, e chorar com gritos altos e uivos. 2. "Pare todo esse barulho!" Jesus disse: "Ela não está morta, mas dorme". 3. Imediatamente, o clima mudou de tristeza ao ridículo. De mestre sábio, Jesus passou a ser considerado como tolo e ignorante. A multidão sabia melhor que ele. Eles tinham as evidências, e ele estava apenas falando palavras. 4. No entanto, como veremos, as palavras de Jesus é muito mais poderosa do que a evidência de um cadáver sem vida. 5. Jairo foi desafiado a ver de forma diferente. Nem mesmo os discípulos acreditavam. Jesus chamou apenas três deles para atuar como testemunhas. Nós sabemos o que aconteceu em seguida. A menina morta foi trazida de volta à vida. B. Às vezes a nossa fé é controlada por aquilo que vemos 1. Conhecer melhor do que Deus está no cerne de nossa natureza pecaminosa. Nós sempre encontramos evidências para provar que estamos certos, mesmo quando estamos errados! 2. Porque não podemos saber o futuro, normalmente prevemos o futuro com base na nossa experiência do passado. Nós não permitimos a possibilidade de que Deus vai mudar o curso das nossas circunstâncias presentes. Conclusão: Nós somos chamados para coisas melhores! Ele tem o poder de mudar qualquer coisa que está fora de Sua vontade. Assim Ele nos convida a colocar a nossa fé n'Ele, a crer em Suas promessas e viver na confiança de que Ele está no controle do futuro: porque Sua Palavra é todo-poderoso. Muitos vão nos desencorajar fazê-lo, mas só a voz do Senhor, precisamos ouvir acima do barulho da desesperança do mundo. Pr. Aldenir Araújo

José: Vocação para transformar tragédias em bênçãos


Texto: Gênesis 37 a 50 Introdução: “O trajeto mais curto entre o nada e o sucesso muitas vezes é a tribulação” José era filho de Jacó com sua amada Raquel, e a preferência de seu pai gerou ciúmes e ódio de seus irmãos que planejaram matá-lo; porém, salvo por Rubem, foi vendido para o Egito, onde serviu na casa de um alto oficial. Foi assediado, mas fugiu, sendo por ela acusado e preso. Na prisão ganhou simpatia do carcereiro, e interpretou sonhos de outros presos. Depois acabou interpretando os sonhos de Faraó, que previa uma grande fartura de alimento por 7 anos e depois 7 anos de seca e fome em todo mundo. Ao apresentar soluções para o problema, José foi eleito governador do Egito e ali usado para preservar a vida de seu povo e dos demais povos. José é visto como símbolo de uma vida abençoada e próspera. Vemos José como um vocacionado para transformar tragédias em bênçãos. I. Trajetórias na vida de José 1. Da casa do pai à cisterna. José num dia estava no seio de sua família, cercado de cuidados e conforto, sentindo-se totalmente seguro; no dia seguinte estava jogado numa cisterna fria, escura, na expectativa da morte. 2. Da cisterna ao mercado de escravos. Da cisterna José foi levado à escravidão. Antes era livre, agora escravo, porém, a morte na cisterna dera lugar a possibilidade de vida, ainda que como escravo. Melhor ser escravo do que defunto. 3. Do mercado de escravos ao serviço na casa de Potifar. Antes, José era servido em sua casa, agora servia a outros; porém encontrou um patrão que o apreciava. 4. Do escravo livre ao prisioneiro. Parecia que a vida de José havia dado uma pequena melhora, mas agora piorava tudo de novo, pois ele estava preso, acusado de traição a seu senhor por assédio sexual. 5. De prisioneiro à governador. No entanto, na expectativa da condenação, José teve sua vida completamente mudada, assumindo o cargo de governador no Egito. II. A bênção na vida de josé apesar das dificuldades Sua vida fora marcada pela dureza, mais do que facilidades, no entanto, uma vida marcada pelas bênçãos de Deus. 1. Foi abençoado na casa de seus pais. Apesar do ódio e do ciúme de seus irmãos, José foi abençoado. O amor preferencial de seu pai acabou prejudicando o filho e toda a família. Gênesis 37:6-9. 2. Foi abençoado na cisterna. José tinha diante de si uma sentença de morte, mas teve a bênção de ser livre graças a consciência de seu irmão Rubem. Gênesis 37:20-22. 3. Foi abençoado como escravo. José foi vendido no melhor mercado de escravo do mundo e comprado por um alto oficial de Faraó. Gênesis37:28,36 e 39:1. 4. Foi abençoado como mordomo. Apesar de sofrer o assédio da patroa, José não se corrompeu. Gênesis 39:2-6. 5. Foi abençoado como preso. Apesar dos anos frios e escuros do cárcere, foi abençoado. Gênesis 39:21-23. 6. Foi abençoado como homem de Deus. José podia ver o futuro, pois sua visão ia além dos problemas pelos quais passava. Gênesis 41:11,15-16. 7. Foi abençoado como governador. Apesar dos tempos de crise, José foi abençoado na administração da maior potência econômica de sua época. Gênesis 41:40 III. Marcas de uma pessoa abençoada 1. VISÃO: José era um jovem que tinha visão do futuro e por isso era chamado de sonhador. Gênesis 39:21-23. Ele sabia que Deus tinha algo para ele e cria nisso. Mais tarde ele prova ser um homem de visão, dando ordens a respeito de seus ossos, pois sabia que um dia o povo seria liberto do Egito, acreditava nas promessas feitas a Abraão, Isaque e Jacó. Gênesis 50:25. 2. CARÁTER: José era, antes de tudo, um homem de caráter íntegro. Uma mulher que tinha poder sobre ele, tentava-o como homem e o aprisionava como empregado, mas ele não deixou se envolver. Muitas pessoas no lugar de José usariam pretextos para justificar sua falta de caráter. “Se eu não fizesse, perderia o emprego”; “não tinha como resistir o assédio”. Mas nada disso justificaria o pecado. José tinha caráter. 3. SIMPATIA: O carcereiro gostou de José, pois era uma pessoa abençoada por Deus e irradiava simpatia onde quer que fosse. 4. APROVEITOU A OPORTUNIDADE: “Lembra-te de mim” Gênesis 40:14. José havia feito um favor ao copeiro-chefe e não perdeu a oportunidade de pedir que se lembrasse disso. 5. POSITIVISMO: Os tempos seriam difíceis, mas poderiam ser administrados. Deus revelou o sonho a José mas ele foi positivo, mostrando sabedoria ao propor as soluções Gênesis 41:32-36. Uma pessoa positivista e abençoada não vê a desgraça com pessimismo, mas crê que Deus mostra meios de administrá-la. 6. CORAGEM: Aceitou o maior desafio de seus dias, prevenir a terra para enfrentar 7 anos de fome Gênesis 41:47-57. 7. PERDÃO: José perdoou seus irmãos. Uma pessoa abençoada não pode guardar rancor, amargura e nem anseia por vingança. Gênesis 45:4,5. 8. ESPERANÇA NA JUSTIÇA DIVINA: José não se preocupou em responder às acusações e nem ficou murmurando revoltado com Deus e com todos. Ele tinha consciência do que lhe havia acontecido e esperou na justiça Divina. Gênesis 40:15. Conclusão: Num país como o nosso, em tempos como estes que estamos vivendo, onde muitas tribulações nos assolam, onde corremos risco de vida todos os dias, onde as dificuldades aumentam, onde as drogas invadem e a moral decai a cada dia, o único projeto capaz de dar certo é o de José. Para isso devemos lembrar de alguns de seus princípios: ü Não assuma dificuldades familiares como irreversíveis ü Não aceite o ódio como fatal. ü Não caia em túneis sem fim. Se você cair na cisterna da depressão, da angústia, da ansiedade, da frustração, da derrota – saiba que sempre há um modo de sair. ü Não admita a existência de problemas perpétuos. Mesmo que você não esteja na posição que desejaria ocupar, ou fazendo aquilo que gostaria de fazer, encare o que lhe aparecer, pois sempre vai aparecer algo para fazer. ü Não tenha medo de crescer de repente. Peça sabedoria a Deus para lidar com o sucesso. ü Não desperdice oportunidades. ü Não acredite que existam situações imutáveis. As tentações e lutas vêm na proporção da nossa força, e Deus nos dá a graça de enfrentá-las. ü Não se assombre diante dos grandes desafios. Só os capazes são escolhidos e aceitam desafios. ü Não se esqueça de onde você veio. Lembre-se daqueles que colaboraram para seu sucesso com gratidão e misericórdia. Pr.Cirino Refosco cirinorefosco@pibja.org

Quatro coisas que Deus não pode fazer!


Texto: "Jesus, fixando neles o olhar, respondeu: Aos homens é isso impossível, mas a Deus tudo é possível" Mateus 19:26. Introdução: Será que o título do sermão e o texto das escrituras contradizem uns aos outros? Não, pois só Deus pode limitar ou impor uma restrição sobre si. I. Deus não pode mentir! "na esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos eternos" Tito 1:2. Portanto, tudo o que Deus disse em Sua Palavra é verdade! "Porque todos pecaram e carecem da glória de Deus". Romanos 3:23. "O salário do pecado é a morte ..." Romanos 6:23 "A alma que pecar, certamente morrerá" Ezequiel 18:20. II. Deus não pode desfazer o que já foi feito! Se Deus permitisse a si mesmo desfazer o que foi feito; certamente Ele teria desfeito a rebelião de Satanás e a queda de Adão. Mas Deus deu ao homem e aos anjos o livre arbítrio, portanto, suas ações carregam um sentido de finalidade. “E o Senhor Deus disse à mulher: Que é isto que fizeste?" Gênesis 3:13. Deus não pode desfazer seus atos pecaminosos ... ou então ele faria! Deus não pode desdizer suas palavras pecaminosas ... ou então ele faria! Deus não pode desfazer ​​seus pensamentos pecaminosos ... ou então ele faria! Porque: "Enquanto eu viver! Diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte da morte do ímpio, mas sim que o ímpio se converta do seu caminho, e viva" Ezequiel 33:11. III. Deus não pode salvar ninguém sem a fé em Cristo! "Aquele que nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque ele não crê no nome do unigênito Filho de Deus" João 3:18. "Jesus disse-lhe: Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim" João 14:6. "E não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos" Atos 4:12. IV. Deus não pode salvar ninguém contra a sua vontade! "Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna; e são elas que dão testemunho de mim; mas não quereis vir a mim para terdes vida!" João 5:39-40. "E o Espírito e a noiva dizem: Vem. E quem ouve, diga: Vem. E quem tem sede, venha; e quem quiser, receba de graça a água da vida" Apocalipse 22:17.

Características de uma pessoa consagrada


Texto: Gênesis 6:1-9 Introdução: A maldade dos dias Uma luz no fim do túnel: Noé I. Nasce de corações que não aceitam a situação vigente 1. Lameque, o pai de Noé: um ser descontente com sua geração; 2. Lameque: um homem comum que sabia que a Terra vive sob maldição por causa do pecado – “nesta terra que o Senhor amaldiçoou”- Gênesis 5:29 3. Lameque: um pai que aguardava o cumprimento da promessa de Deus - deu ao filho o nome de Noé = descanso/consolo – “Pôs-lhe o nome Noé, dizendo: Este nos consolará dos nossos trabalhos e das fadigas das nossas mãos, nesta terra que o Senhor amaldiçoou” – Gênesis 5:29 4. Pessoas consagradas são fruto de gente que identifica o mal, mas ao invés de ignorá-lo/amedrontar-se/acomodar-se/ identificar-se, em seu coração gera agentes de mudança. · Lameque quebrou o ciclo monótono de “Viveu... gerou... morreu”. Ele creu numa salvação e dedicou seu filho para ser um instrumento que salva. · Cada pai/ mãe deve ser um Lameque. A igreja deve ser um Lameque. II. Anda na contramão de sua geração 1. É “Justo” e “reto” – No meio de uma geração corrompida e perversa, é íntegro e irrepreensível em seu comportamento e em sua vida moral e espiritual. Noé foi o único em sua geração – Gênesis 6:9. · Para viver assim, não precisou internar-se num convento/seminário: viveu em sua casa, com sua família, ao lado dos seus vizinhos. Estava plenamente integrado à sua comunidade! · Ser justo e reto é o nosso alvo. Temos que persegui-lo! · Sempre que encontramos alguém assim, podemos afirmar: “Ainda há esperança!”. 2. É pregador da justiça -”Deus não poupou o mundo antigo, mas preservou a Noé, pregador da justiça e mais sete pessoas quando fez vir o dilúvio sobre o mundo dos ímpios” – II Pedro 2:5. Primeiro com a vida, depois com a pregação, denuncia a injustiça e prega e retidão. · Quem é consagrado a Deus, não pode se calar diante do pecado que entristece o Criador e destrói a criação divina. O amor a Deus e a tudo o que Ele fez, nos leva a anunciar a necessidade de que todos se voltem para Ele. · Que pecados eram denunciados? a) Pactos feitos entre as descendências de Sete e de Caim. Uma união física que levou à degeneração espiritual. Isso era injusto! b) Ódio e violência - Os filhos dessa união não tinham compromisso com Deus e eram violentos. Cada um querendo ser/ter mais que o outro: + valente; + reconhecido; + forte; etc. Isso espalhava o ódio e os conflitos. c) Imoralidade. Seguiam o exemplo dos seus pais que trocaram a graça da comunhão com Deus pela atração física das filhas de Caim. · Por que esses pecados tinham que ser denunciados? a) Porque eles destruiriam a vida do homem e da sociedade: Seu fruto é o ódio, a inimizade, as enfermidades emocionais, possessões demoníacas, morte física e espiritual. b) Porque denunciá-los é pregar a paciência de Deus que vem da Sua graça, dando ao pecador um tempo para se arrepender (120 anos! Gênesis 6:3). c) Porque quem é consagrado ao Deus para a Sua glória, é também consagrado aos homens para o seu bem eterno. Portanto, praticamos a justiça e denunciamos o pecado para honrar a Deus e promover o bem da humanidade. 3. É amigo de Deus – “Porém Noé achou graça diante do Senhor”. a) Certamente Noé se preocupava em saber como Deus via os fatos: “Viu o Senhor que a maldade havia se multiplicado na terra e que era mau todo o desígnio do seu coração; então se arrependeu o Senhor de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração” – 65,6 b) O que trouxe sofrimento ao coração de Deus, trouxe, também, ao coração do Seu amigo Noé. c) O desejo de Deus para a família, tornou-se na decisão de Noé para a Sua casa: a sua família viveu conforme os padrões morais e espirituais estabelecidos pelo Senhor. d) Noé fez do plano de Deus a razão da sua vida. · Advertiu que a Terra se transformaria num inferno se a raça humana não retrocedesse da sua maldade; · Anunciou que por causa do pecado a raça humana corria o perigo de ser apagada da Terra; · Denunciou nominalmente os pecados de sua geração · Pregou que a graça e a justiça de Deus davam ao homem um tempo para arrepender-se. 4. Crê na Palavra de Deus “Pela fé... Noé preparou a arca” (Hebreus 11:7) · Noé tinha somente uma garantia: a Palavra de Deus · Ninguém creu; todos zombavam; foi grande a luta. · Noé creu e obedeceu: “Conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez” – Gênesis 6:22; 7:5 Preparou-se, com toda a sua família, para os tempos do julgamento e da salvação do Senhor. “O Senhor fechou a porta” – Gênesis 7:16. O tempo da graça acabou. O dia do julgamento chegou. No dia do julgamento Noé foi salvo, com toda a sua casa. Conclusão: Precisamos ser e fazer como Noé. 1. Justos e retos 2. Pregadores da justiça 3. Amigos de Deus 4. Confiantes na Palavra de Deus Uma advertência a ser levada a sério: Mateus 24:32-44

18.4.13

Uma Guerra Invisivel.


É impossivel para o ser humano vencer uma guerra contra as hostes celestiais da maldade sem a ajuda DIVINA, elas estão cada vez mais se infiltrando nas famílias destruindo lares. Nossas crianças sendo abusadas por pessoas que não tem um pingo de DEUS dentro do seu coração, nossos jovens cada vez mais violentos, pais que não sabem o que fazer, um mundo sem direção. A única saída é direcionarmos nossa FÉ em Deus, está comprovado pela pesquisa secular e a medicina, que a FÉ leva o ser humano a vencer obstáculos. Aquele que pratica mais a FÉ é o que alcança resultados favoráveis, use sua Fé independente da sua RELIGIÃO seja Evangélico, Católico, Livre pensador ou outra crença o que levara você vencer é a sua FÉ em DEUS. ( Hebreus 11:1 ) A Fé é a Certeza das coisas que se esperam e a convicção de Fatos que não se veem. Pr. Santos do Monte.

O Por Quê?


Nascer, crescer, multiplicar, deixar de existir. Afinal, qual o propósito disso tudo? É inexplicável o processo da vida! Refiro-me ao homem de uma forma genérica, ou melhor, natural. Também da busca frenética e desenfreada por algo que após alcançarmos nos leva à conclusão de que não era aquilo que queríamos. Traçamos metas, planos, projetos, etc., que mesmo que nos tragam algum beneficio, são sem fundamentos. Por quê? Os poetas trazem respostas formuladas em momentos de reflexão (quase sempre de solidão), os filósofos geram muito mais perguntas, os cientistas estudam a genética, argumentando que talvez seja uma nova evolução, uma adaptação ao meio em que vivemos, talvez seja comportamental, ou mental, ou moral, ou social, menos espiritual. Há quem defenda todas as teorias, as respostas são diversas, cada uma parte de um pressuposto pessoal e insólido, que na maioria das vezes causa uma enorme confusão, pois são argumentos não muito convincentes nem mesmo para o próprio autor. Por um lado é o relativismo tomando conta do coletivo, dissipando e exterminando aquilo que deveria ser sinônimo de unidade, de um propósito único; por outro é o egoísmo cauterizando a mente, maculando o caráter, dissolvendo a família. Por quê? Cada um tenta resolver o problema à sua maneira que, apesar de ser de ordem pessoal, acaba de certa forma atingindo a maioria. Por quê? Certa propaganda na televisão diz “o que move o mundo são as perguntas!”, porém, fazendo uma análise da condição do homem hoje diante de si mesmo, cheguei à conclusão de que as perguntas apenas têm causado perturbação à mente vazia do homem, uma vez que rejeitam a única resposta óbvia para todas as coisas. Não é necessário ir muito longe para obtê-la. Esta resposta foi revelada há mais de 2000 anos e traz clareza não somente para as coisas simples da vida, mas também para as mais complexas. A meditação nela nos mostra primeiro que o problema é “espiritual”, resposta essa negligenciada por muitos, pois não condiz com a visão pós-moderna, onde tudo é visível e palpável, e falar de “espiritual” parece ser coisa de outra dimensão ou, sei lá… Ainda que existam grupos que busquem evoluir até atingir este estágio, não passam de desocupados e não trazem respostas concretas. Dependendo do grupo concordo! Uma vez que o homem se distanciou de Deus, foi tomado por um vazio imensurável e por isso, mesmo que alcançando seus objetivos, jamais irá preenchê-lo, mesmo desenvolvendo métodos para colocar ordem no caos, jamais conseguirá e ainda que viva em função de si próprio, jamais terá vida, pelo contrário sucumbirá. Sabe por quê? Porque o homem foi criado para o louvor da glória de Deus, e só sentirá paz nEle, só terá vida nEle, só será completo nEle, a ordem vem através dEle, porque além de ser a fonte de todas as coisas, nEle estão todas as respostas. Negar a esta afirmativa é se entregar a um deserto de questionamentos infindáveis, é negar a verdade e se entregar às dúvidas. Pb. Alex Santos é presbítero na IMVC em Vilhena/RO e leciona no IBITEO a matéria de Angelologia
Ouça a Rádio DuCéu Fm 106,1 pela internet: www.duceufm.com 24 hs no ar.

9.11.12

Irã lança documentário em resposta ao filme anti-Islã


Diversos líderes religiosos aceitaram falar sobre a fé dos muçulmanos condenando a produção feita nos Estados Unidos. por Leiliane Roberta Lopes Irã lança documentário em resposta ao filme anti-Islã Emissoras de TV e sites do Oriente Médio passaram a divulgar um documentário produzido pelo governo iraniano em resposta ao filme anti-Islã “A Inocência dos Muçulmanos” que gerou revolta e diversos protestos na região. Com o título de “O Profeta” a produção que estreou nesta quinta-feira (8) traz depoimentos de líderes religiosos de diversas religiões que condenam o filme produzido nos Estados Unidos afirmando que o Islã é uma religião de ódio. A exibição da resposta do Irã será transmitida nas línguas farsi, árabe e inglês para atingir a todos os fiéis muçulmanos. Defendendo a religião fundada pelo profeta Maomé mulás, padres, rabinos, monges budistas e outros religiosos fazem comentários sobre o filme americano condenando os ataques que foram feitos à religião islâmica. Este documentário foi pensado pela organização Islã e Cristianismo, ligada ao governo iraniano, depois que o filme “A Inocência dos Muçulmanos” foi postado no Youtube e divulgado para o mundo inteiro. “‘O Profeta’ [é] uma resposta arrasadora a ‘Inocência dos Muçulmanos’, um filme-sacrilégio [...] que gerou ultraje pelo mundo”, disse Mohamad Karimi, porta-voz da organização. Como o profeta islâmico foi satirizado pela produção do primeiro filme, este documentário reuniu o perfil de Maomé para mostrar a sua verdadeira história. As informações são da Folha de SP.

Reeleição de Obama levará o mundo para o reinado do Anticristo?


Pastor de megaigreja acredita que sim por Jarbas Aragão Reeleição de Obama levará o mundo para o reinado do Anticristo? Nos últimos dias, dezenas de análises estão sendo feitas para mostrar os “prós” e os “contras” da reeleição de Obama. Alguns são mais veementes em suas afirmações. Esse parece ser o caso do pastor da Primeira Igreja Batista de Dallas, uma megaigreja do Texas que reúne mais de 10 mil pessoas por culto. Robert Jeffress mencionou no último domingo, dois dias antes da reeleição, que a vitória de Obama levaria o mundo para o reinado do Anticristo. “Eu quero que você me ouça esta noite, eu não estou dizendo que o presidente Obama é o Anticristo. Não estou dizendo isso. Uma das razões pela qual sei disso é que o Anticristo vai ter números muito melhores nas pesquisas do que ele tem”, disse Jeffress. “O presidente Obama não é o Anticristo. Mas o que estou querendo dizendo é o seguinte: A direção que ele está escolhendo para levar nossa nação é uma preparação do caminho para o futuro reino do Anticristo… Veja bem, quando o Anticristo vier, ele não poderá, de repente, assumir o poder e fazer mudanças radicais. Ele não poderá, repentinamente, restringir a expressão religiosa nem o comércio. Se ele quiser fazer algo assim, certamente causará uma revolução que impediria seu reinado na terra… Por isso, é preciso que ocorra uma mudança gradual, uma lenta erosão das leis de Deus e das liberdades pessoais. Se isso ocorrer ao longo de um grande período de tempo, será mais fácil”. Jeffress insistiu “está na hora de os cristãos se levantarem e lutarem contra este mal que está tomando conta da nossa nação”. Ele acredita que os fieis só poderiam fazer isso através das urnas. Tal declaração, obviamente, não agradou a muitos membros de sua igreja e repercutiu mal em vários círculos evangélicos. Desde sua primeira vitória nacional, em 2008, Obama vem sendo chamado de Anticristo por alguns segmentos. No último ano suas posições pró-aborto, pró-casamento gay e um suposto plano para implantar chips médicos nos cidadãos americanos, alimentaram esse tipo de discussão. O grande problema enfrentado por Jeffress são as declarações feitas por ele sobre Romney ano passado. Durante o encontro do Conselho de Pesquisa Familiar, que promoveu a “Cúpula dos Eleitores de Valores” em outubro de 2011, Jeffress chamou o mormonismo de seita. Muitos estão cobrando o pastor por aparentemente estar se contradizendo. “Mitt Romney é mórmon, e ninguém aqui vai dizer o contrário. Mesmo que ele diga que Jesus é seu Senhor e salvador, ele não é um cristão. O mormonismo não é cristianismo. Mormonismo é uma seita. É um pouco hipócrita falar durante os últimos oito anos sobre como é importante elegermos um presidente cristão e, em seguida, virar e apoiar um não-cristão”, disse Jeffress durante um discurso em que mostrava seu apoio a Rick Perry, então governador do Texas, que disputava com Romney a indicação do Partido Republicano. Agora, Jeffress se defende dos críticos, dizendo que as pessoas tinham um entendimento diferente sobre o que a palavra “seita” significava no contexto em que foi usada. O fato de Romney ser um mórmon dividiu os cristãos conservadores e até Billy Graham parece ter mudado de ideia. Seu ministério retirou o termo de seu site quando fala sobre o mormonismo. Mas isso só aconteceu após o ex-candidato republicano visitar Franklin e Billy e receber abertamente o apoio deles. Posteriormente, o ministério dos Graham foi duramente criticado por ter usado dinheiro doado para evangelização no pagamento de anúncios pró-Romney em jornais americanos. Inconformado, Franklin disse após a eleição que o mundo pagará caro após Obama ser recolocado na Casa Branca e que, com isso, os EUA abriram o caminho da destruição. Questionado pela Fox News, Jeffress se explicou “Eu não mudei o meu discurso… Na verdade, nunca disse que os cristãos não deviam votar em Mitt Romney. Quando eu falei sobre a sua teologia. Ressaltei que há grandes diferenças teológicas entre mórmons e evangélicos, mas compartilhamos de muitos valores”. Em sua coluna para o site The Christian Post, o doutor em teologia Richard Land ressalta que ao longo da campanha muitos cristãos passaram a ter opiniões divergentes sobre o que significa o termo “seita” e como as pessoas entendiam isso. “O problema é que, embora o mormonismo teologicamente seja uma seita, que destoa do cristianismo quando observados os parâmetros da ortodoxia e do credo apostólico trinitariano, ele não se comporta como uma seita no aspecto cultural ou social”, disse o doutor. Traduzido de The Christian Post e Raw Story.

Membros de Igreja não registrada na China são presos


A perseguição aos cristãos na China abrange desde multas e confisco de Bíblias até a destruição de templos. Evangelistas são detidos, interrogados, torturados e aprisionados. Esse grupo em específico foi detido por pregar sobre Jesus e liberado somente quatro dias depois Segundo a agência de notícias ChinaAid, a equipe evangelística foi detida pela polícia, no sul da cidade de Shenzhen, por distribuir panfletos e pregar o Evangelho. O grupo só foi liberado em 31 de outubro, quatro dias depois da prisão. Esta equipe tem viajado por toda a China para pregar o Evangelho. Quando foram presas, em 27 de outubro, as seis pessoas envolvidas participavam de atividades evangelísticas em uma praça em Shenzhen, local que faz fronteira com Hong Kong. Entre os detidos estava um cristão cego, Li Hailing, de Handan, na província de Hebei. Ele contava seu testemunho pessoal, quando a polícia chegou. Os demais foram: Du Weixiao, de Nanchang, província de Jiangxi; Huo Xiaofeng, de Xuchang; Henanprovinc; e Han Dongkui de Yanji, província de Jilin. Teoricamente, os cristãos chineses têm direito à liberdade religiosa, mas o espaço para evangelização é limitado. Além da perseguição governamental, as tentativas de evangelização de muçulmanos no extremo noroeste do território chinês têm enfrentado resistência e alguns ataques. As leis religiosas que entraram em vigor em 1º de março de 2005 aumentaram a pressão sobre grupos não-registrados, exigindo que se legalizassem ou se preparassem para sofrer as consequências. Saiba mais sobre a China aqui. FonteChinaAid TraduçãoAna Luíza Vastag

VAMOS ORAR


09 nov 2012 Somália (4º) - Agradeça a Deus pelo o que Ele está fazendo na Somália, para libertar o país das leis violentas. ore para que os cristãos confiem em Deus, que está no controle de suas vidas. Ore para que Deus continue a edificar sua igreja.

No seu país é proibido carregar uma Bíblia? Leve-a no celular!


Hoje em dia, a distribuição de Escrituras e materiais cristãos acontece de maneira mais eficaz e frequente através de plataformas digitais. Especialmente em países onde a posse da Palavra de Deus representa um risco de morte para os cristãos, cartões de memória em telefones celulares são ideais para o armazenamento da Bíblia. Conheça dois exemplos de cristãos de um país da Ásia Central, onde cartões de memória como esses estão sendo usados para fortalecer a fé e propiciar a distribuição da Palavra de Deus: Algo especial para Hussein Bashir *é cristão. Certa ocasião, ele presenteou o amigo Hussein* com um cartão de memória para o celular. E disse: "Você é meu melhor amigo, por isso quero te dar algo muito especial." Bashir sabia que o amigo ouvia programas de rádio cristãos. Entusiasmado com a ideia de ter sua própria Bíblia, Hussein teve medo de apagar qualquer arquivo do celular, por engano; mas Bashir o assegurou que é impossível excluir dados da memória do cartão. Além da Bíblia, o chip de memória trouxe mais novidades. Hussein marcou de se encontrar com Bashir para, juntos, assistirem a um filme sobre Jesus. O vídeo faz parte dos recursos disponíveis no celular. Ele estava à procura de algo que o permitisse ouvir a Palavra de Deus. Agora isso é disponibilizado a ele e, por essa razão, Hussein é muito grato. "Eu agradeço à Portas Abertas por esses chips de memória. Agora eu posso ouvir a Palavra de Deus o tempo todo e em qualquer lugar." Adnan* pede por uma Bíblia De um país restrito, Adnan recebe o telefonema de Z. Ele é responsável pelo trabalho de acompanhamento dos ouvintes de uma rádio cristã. Adnan pede a ele uma Bíblia em sua língua e recebe uma surpresa: Z o encoraja a utilizar seu cartão de memória do celular, que possui vários recursos, entre eles os Evangelhos em formato de áudio. “Consequentemente, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem é ouvida mediante a palavra de Cristo.” Romanos 10.17 *Nomes trocados para a segurança dos cristãos FontePortas Abertas Internacional TraduçãoAna Luíza Vastag

Justiça americana condena autor de filme anti-Islã


Ele ficará um ano preso por ter violado sua liberdade condicional por Leiliane Roberta Lopes Justiça americana condena autor de filme anti-Islã O tribunal de Los Angeles condenou na quarta-feira (7) o autor do filme “A Inocência dos Muçulmanos”, Mak Basseley Yussef, de 55 anos, mas a decisão não se refere ao filme anti-Islã, mas um crime de fraude bancária que ele cometeu em 2010. A condenação partiu do julgamento de oito acusações, das quais ele admitiu quatro, incluindo a confissão de que estaria usando nomes diferentes e violando sua liberdade condicional. Ele ficará um ano preso. Nakoula Basselet Nakoula, um dos pseudônimos do condenado, fora condenado a 21 meses de prisão em 2010 por ter fraudado contas bancárias quando morava em Cerritos, no sul de Los Angeles. Ao sair em liberdade condicional ele teria que ficar se utilizar a internet por um período de 5 anos, só podendo se conectar com autorização prévia da Justiça, o que não aconteceu. A prisão preventiva aconteceu em 27 de setembro quando a juíza Suzanne Segal entendeu que ele poderia fugir ou causar situações de perigo para a comunidade. Com o nome de Sam Bacile o acusado assinou o filme que retrata o Islã como “uma religião do ódio” e mostrando o profeta Maomé de forma caricata. Ao ser postado na internet o filme causou diversos protestos em países do Oriente Médio deixando muitos mortos. As informações são do G1.

Festival Promessas 2012 acontece em SP e será exibido pela Rede Globo


O evento deve reunir 100 mil pessoas no Campo de Marte, local onde acontece os shows da Marcha para Jesus. por Leiliane Roberta Lopes Festival Promessas 2012 acontece em SP e será exibido pela Rede Globo Na quarta-feira (7) cantores evangélicos e a equipe da GEO Eventos realizaram uma coletiva de imprensa na sede da TV Globo em São Paulo para comunicar sobre o Festival Promessas 2012 que será gravado na capital paulista. O evento acontecerá no dia 8 de dezembro a partir das 17h no Campo de Marte, localizado na Zona Norte, onde estarão se apresentando as bandas: André Valadão, Cassiane, Fernandinho, Aline Barros, Thalles e, encerrando, Diante do Trono. A expectativa dos organizadores é reunir 100 mil pessoas para a gravação do programa que será exibido no dia 15 de dezembro na Rede Globo como parte das atrações especiais de fim de ano, da mesma forma como aconteceu em 2011. Ao falar sobre o projeto, o representante da GEO Eventos, Leo Ganem, comentou sobre a estrutura que será montada para este evento. “É um festival de grande porte, podemos dizer que usamos as mesmas estruturas e temos o mesmo carinho que nossos outros festivais, é a mesma estrutura de palco do Rock In Rio”. Assim como no ano passado a apresentação do festival será tarefa do apresentador Serginho Groisman que está feliz em participar do evento pela segunda vez. “A grande novidade pra mim foi ter entrado nesse universo profundamente, conhecer melhor. A música é um grande condutor, fiquei impressionado com a qualidade musical dos artistas”. Não só o apresentador do programa “Altas Horas”, mas também os cantores evangélicos se mostraram bem ansiosos e felizes por participar do evento. “Nós nos realizamos uns nos outros, o ano passado foi uma loucura de alegria. Na realidade em que o Serginho vive, ele não imagina a nossa felicidade em ter ele com a gente”, disse André Valadão. Ana Paula Valadão também estava na sede da emissora para falar sobre o evento e comentou sobre a repercussão que o programa pode ter. “Pensando baixo, podemos imaginar que vamos atingir 10 milhões de pessoas com as nossas canções, é uma honra muito grande, essa foi uma porta aberta por nosso Deus, por isso estamos muito empolgados.”

Bordel dentro de uma Igreja


Polícia da Rússia encontra bordel dentro de uma igreja PorLuana Santiago | Correspondente do The Christian Post Esta semana foi encontrado pela polícia da capital russa, um bordel funcionando nas instalações do Monastério Sretensky, um dos mais antigos de Moscou. Bairro do Brooklyn Bay Ridge, segura uma cruz no City Hall Park durante a 16 cerimônia anual ‘Way of the Cross Over the Brooklyn Bridge Ceremony,’ em Nova York, em 22 de abril de 2011. O lugar que recebeu o nome de “hotel dos amantes” estava sendo usado para prostituição oferecendo serviços sexuais oferecidos a 1750 rublos (aproximadamente 115 reais) a hora. De acordo com publicação 180graus, uma funcionária da igreja informou que "tudo não passou de um mal-entendido". Segunda ela, o mosteiro havia alugado algumas instalações temporariamente, “mas agora não há absolutamente nenhuma conexão entre o bordel e o templo". Porém segundo a Life News, o prédio onde o bordel foi encontrado pertence ao monastério. O sacerdote Tikhon, tido por muitos como o conselheiro espiritual do presidente Vladimir Putin, saiu em defesa da igreja e criticou a imprensa pela polêmica. "A tempestade criada pela mídia é apenas um exemplo de como as pessoas estão dispostas a divulgar qualquer calúnia e fazer piadas vulgares, tudo para atacar a Igreja", disse o abade. Este é mais um dos escândalos envolvendo a Igreja Ortodoxa. Em abril deste ano, uma foto do líder máximo da igreja, Kirill I usando um relógio de ouro avaliado em mais de 60 mil reais causou muita polêmica. Em junho, a Associação de Direitos dos Consumidores da Rússia recebeu uma reclamação de que a Catedral Cristo Salvador, em Moscou, estaria realizando comércio de produtos sem o cumprimento da legislação. A Catedral Cristo Salvador é a igreja onde as integrantes do grupo Pussy Riot cantaram em março deste ano uma oração pedindo que a Virgem Maria tirasse Vladimir Putin do poder.

DAVI E O PODER DO LOUVOR


O louvor eficaz agrada a Deus e afugenta os demônios. Certo dia, Deus mandou que o profeta ungisse um novo rei sobre Israel. "Então Samuel tomou o vaso de azeite, e o ungiu no meio de seus irmãos; e daquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi. Depois Samuel se levantou, e foi para Ramá. Ora, o Espírito do Senhor retirou-se de Saul, e o atormentava um espírito maligno da parte do Senhor" (ISm.16.13-14). A presença do Espírito de Deus sobre as pessoas no Antigo Testamento sempre se relacionava a uma missão específica. Ele atuava sobre aqueles que foram designados pelo Senhor como profetas, reis, juízes, etc. Ninguém pode ter o Espírito de Deus e ser, ao mesmo tempo, possuído por demônios. Quando o Espírito Santo saiu de Saul, deu lugar a uma entidade maligna que, até então, não tinha permissão para dominá-lo. Saul começou a ser atormentado, como acontece com tantas pessoas ainda hoje. Não queremos dizer que esta seja a única causa destes males, mas a presença demoníaca pode produzir doenças, depresssão, pânico, etc. Muitos anos depois, após seu pecado e arrependimento, Davi orou dizendo: "Não retires de mim o teu Espírito Santo" (Sl.51). Ele sabia o que havia sucedido ao rei Saul e temia que o mesmo lhe pudesse ocorrer. "Então os criados de Saul lhe disseram: Eis que agora um espírito maligno da parte de Deus te atormenta" (ISm.16.15). Saul, o poderoso rei, não entendia o que estava acontecendo, mas os seus servos tiveram pleno discernimento, inclusive do que poderia ser feito para minimizar o problema. O tormento era resultado da ação de um demônio da parte de Deus, ou seja, enviado por Deus (2Ts.2.11). Afinal, o Senhor é soberano sobre todo o universo e até os demônios obedecem às suas ordens. Disseram mais os criados de Saul: "Dize, pois, senhor nosso, a teus servos que estão na tua presença, que busquem um homem que saiba tocar harpa; e quando o espírito maligno da parte do Senhor vier sobre ti, ele tocará com a sua mão, e te sentirás melhor. Então disse Saul aos seus servos: Buscai-me, pois, um homem que toque bem, e trazei-mo. Respondeu um dos mancebos: Eis que tenho visto um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar bem, e é forte e destemido, homem de guerra, prudente em palavras, e de gentil aspecto; e o Senhor é com ele" (ISm.16.16-18). Saul pediu um músico que tocasse bem. Aqui entra a questão técnica do louvor. Se Saul esperava música de boa qualidade, creio que Deus merece muito mais do que isso. A qualidade técnica não é nossa prioridade máxima, mas tem sua importância. Se Davi tocasse mal, não seria chamado diante do rei. Além de tocar bem, Davi tinha uma série de qualidades, apresentando rara combinação de coragem, prudência e gentileza. O mais importante, porém, era a presença de Deus em sua vida. Disse o servo de Saul: "Tenho visto o filho de Jessé". Nós também somos observados em todo o tempo. Naquele momento, um testemunho maravilhoso foi dado acerca de Davi. O que pode ser dito a nosso respeito? Qual é a nossa reputação? Ela pode influenciar de um modo ou de outro nas oportunidades que surgem em nosso caminho e isto pode ser confundido com sorte ou com a falta dela. O que é dito a nosso respeito afeta a aceitação da nossa pessoa e interfere no resultado do nosso trabalho. Enquanto cuidava das ovelhas, Davi tocava para Deus. Sua fidelidade no campo, sem platéia e sem aplausos, fizeram-no apto para tocar na presença do rei de Israel. Ele estava preparado para tocar bem porque era zeloso no que fazia. E o desafio maior não seria a presença do rei, mas a presença de um demônio que o atormentava. Davi estava preparado para isto também. Portanto, além da questão técnica, havia o aspecto espiritual. "Pelo que Saul enviou mensageiros a Jessé, dizendo: Envia-me Davi, teu filho, o que está com as ovelhas. Jessé, pois, tomou um jumento carregado de pão, e um odre de vinho, e um cabrito, e os enviou a Saul pela mão de Davi, seu filho. Assim Davi veio e se apresentou a Saul, que se agradou muito dele e o fez seu pajem de armas. Então Saul mandou dizer a Jessé: Deixa ficar Davi ao meu serviço, pois achou graça aos meus olhos" (ISm.16.19-22). Jessé enviou muitos pães para Saul, pois aquela era a especialidade de sua terra. Belém significa "Casa de Pão". "E quando o espírito maligno da parte de Deus vinha sobre Saul, Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito maligno se retirava dele" (ISm.16.23). Eis o exemplo de um louvor poderoso. O Espírito Santo operava em Davi, mas o demônio não saía quando aquele jovem entrava no recinto. Entretanto, ele não resistia quando o instrumento era tocado. Davi não dava atenção ao demônio nem dialogava com ele, mas louvava ao Senhor. Não sei se aquele louvor era extravagante, mas era, certamente, irresistível. Uma forma superficial de interpretação do texto, poderia levar alguém a dizer que a harpa tem poder, assim como muitos pensam que o toque do shofar também tem poder, mas precisamos lembrar que por trás do instrumento tem uma pessoa, uma vida, uma reputação, um vínculo com Deus e uma boa condição espiritual. O instrumento pode ser qualquer um, ou até nenhum, embora seja desejável sua utilização. Quando ouvimos o apito do guarda de trânsito, paramos o carro ou o colocamos em movimento. Será que o poder está no apito? Sabemos que não. Da mesma forma, não devemos mistificar instrumentos ou objetos utilizados no culto. O demônio saiu e Saul sentiu alívio. Daí em diante, tornou-se dependente de Davi para livrá-lo temporariamente do espírito mau, mas sua condição espiritual não foi regularizada. Davi tornou-se pajem de Saul, acompanhando-o por toda parte. Muitas pessoas podem ser aliviadas do seu mal durante o culto, mas precisam acertar suas vidas com Deus. Não podem depender para sempre do músico ou do pastor. Não será o bastante ter uma bíblia em casa ou uma coleção de CD's gospel ou aprender a cantar as músicas evangélicas. Saul era o grande rei de Israel, mas precisava de Davi, um simples pastor. Assim também nós precisamos uns dos outros. Porém, Davi não seria suficiente. Saul precisava de Deus. O rei obteve, temporariamente, o benefício indireto da presença do Espírito Santo em Davi. Como costumamos dizer, ele "pegou carona" na unção de Davi, mas isto não seria uma solução efetiva. O melhor líder espiritual não será suficiente para resolver o problema de ninguém. Ele é útil e necessário, mas a situação pessoal com Deus precisa ser resolvida. Não adianta fazer do líder um guru, protetor ou médico espiritual. Saul teve relação semelhante com Samuel, chegando ao ponto de invocá-lo depois de morto. É o que acontece quando as pessoas não têm um relacionamento pessoal com Deus e chegam ao extremo de invocar os mortos. E Davi foi morar no palácio, tornando-se pajem de Saul. Repetidas vezes o espírito mau veio e foi afugentado, mas o problema não foi resolvido. Isto nos faz lembrar as palavras de Jesus registradas no Novo Testamento: "Ora, havendo o espírito imundo saído do homem, anda por lugares áridos, buscando repouso, e não o encontra. Então diz: Voltarei para minha casa, donde saí. E, chegando, acha-a desocupada, varrida e adornada. Então vai e leva consigo outros sete espíritos piores do que ele e, entretanto, habitam ali; e o último estado desse homem vem a ser pior do que o primeiro" (Mt.12.43-45). E o estado de Saul piorava cada vez mais. No início, ele era atormentado. Depois, começou a profetizar mediante a ação daquele demônio (ISm.18.10-11). Isto podia não parecer um agravamento da situação. Alguém poderia até se interessar pelas profecias de Saul, mas isto nos mostra que a ação diabólica também produz cenas com aspecto religioso e supostas adivinhações ou previsões. Depois de uma dessas manifestações, Saul tentou matar Davi, colocando fim ao bom relacionamento que tinham. A situação de Saul se agravou até a sua morte. Ele não se arrependeu de seus pecados, nem consertou sua vida diante de Deus. Que esta história nos sirva de lição. Os que hoje buscam em Cristo libertação, cura e prosperidade precisam também entregar a ele as suas vidas. Libertação sem arrependimento é uma ilusão que dura pouco. Portanto, são propícias as palavras ditas por Pedro no dia de Pentecoste: "Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo" (At.2.38). Pr.Anísio Renato de Andrade

Eis Que Cedo Venho!


Texto Bíblico: Apocalipse 22.7,12, 20 Introdução: “Ele voltará.” O próprio Jesus prometeu que voltaria. Todas as profecias sobre Jesus foram cumpridas; como Ele é a Verdade, a Ressurreição e a Vida; como a Bíblia é a Palavra de Deus, só nos resta permanecermos atentos e preparados para esse grande dia. A vinda de Cristo: 1- Predita. Pelos profetas do A. T. (Jl 3.14b; Ob 15ª). - “… Porque o dia do Senhor está perto…” Pelo próprio Jesus. (Jo 14.3,18). - “E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.” (v.3). - “Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós.” (v.18). Por dois anjos. (At 1.11). - “Os quais lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” 2- Está Próxima. - “Porque, ainda dentro de pouco tempo, aquele que vem virá e não tardará.” (Hb 10.37). - “Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, porque a vinda do Senhor está próxima.” (Tg 5.8). - “Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.” (Ap 3.11). - “Eis que cedo venho! Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.” (Ap 22.7). - “E eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo para dar a cada um segundo as suas obras.” (Ap 22.12). - “Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente, cedo venho. Amém! Ora vem, Senhor Jesus!” (Ap 22.20). 3- Será Surpreendente. - “Porquanto, assim como nos dias anteriores ao dilúvio comiam e bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, senão quando veio o dilúvio e os levou a todos, assim será também a vinda do Filho do Homem.” (Mt 24.38,39). - “Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor… Por isso, estai também vós apercebidos, porque o Filho do Homem há de vir à hora em que não penseis.” (Mt 24.42,44). Resumo: A volta de Cristo para buscar a igreja pode ocorrer a qualquer dia. Não haverá sinais específicos precedendo a vinda do Senhor para buscar o seu povo, pois Cristo declara que ela ocorrerá inesperadamente. A advertência de Cristo é de sempre estarmos espiritualmente prontos para sua vinda repentina. Será que você está pronto? A única garantia é obedecer-lhe hoje e sempre. (Mt 24.46). “Bem-aventurado aquele servo que o Senhor, quando vier, achar servindo assim.” Esteja preparado, Ele vem!

8.11.12

TRANSFORMANDO NOSSAS LÁGRIMAS EM VINHO Jo 2:10-11


Os hebreus esperavam pelo seu Messias vindouro. Muitos creram que Jesus era o Verbo de Deus por causa dos SINAIS que fazia, “E, estando ele em Jerusalém pela Páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome”. Jo 2:23 (a palavra SINAIS aparece 10 vezes, nº da totalidade, só no evangelho de João). O primeiro milagre que Jesus operou relata o milagre da TRANSFORMAÇÃO da água em vinho, onde transformou mais ou menos 560 litros de água em vinho numa festa de casamento na Galiléia, próximo aos dias da Páscoa. Este primeiro sinal feito por Jesus revela o grande ministério transformador de Cristo sobre as vidas humanas. Todas as tradições dos anciãos formam o Talmude, que é uma espécie de enciclopédia das tradições judaicas, que os judeus usam como suplemento das Escrituras. Entre essas regras havia aquelas que orientavam a lavagem das mãos antes e depois das refeições. Esses ritos nada tinham a ver com a higiene física, mas eram pura religiosidade. Jesus critica os judeus por guardar as tradições dos homens e esquecer os mandamentos de Deus, “E reuniram-se em volta dele os fariseus e alguns dos escribas que tinham vindo de Jerusalém. E, vendo que alguns dos seus discípulos comiam pão com as mãos impuras, isto é, por lavar, os repreendiam. Porque os fariseus e todos os judeus, conservando a tradição dos antigos, não comem sem lavar as mãos muitas vezes; e, quando voltam do mercado, se não se lavarem, não comem. E muitas outras coisas há que receberam para observar, como lavar os copos, e os jarros, e os vasos de metal, e as camas. Depois, perguntaram-lhe os fariseus e os escribas: Por que não andam os teus discípulos conforme a tradição dos antigos, mas comem com as mãos por lavar? E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. Em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens. Porque, deixando o mandamento de Deus, retendes a tradição dos homens, como o lavar dos jarros e dos copos, e fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas. E dizia-lhes: Bem invalidais o mandamento de Deus para guardardes a vossa tradição”. Mc 7:1-9 O número SEIS, segundo o Gênesis, é o número do trabalho e do homem, pois seis dias Deus trabalhou e no sexto dia foi criado o homem. Jesus estava mostrando com este milagre que todos os esforços humanos e sacrifícios, feitos no período do Antigo Testamento, não eram suficientes para purificar o homem, “Então, disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo. Na qual vontade temos sido santificados pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez. E assim todo sacerdote aparece cada dia, ministrando e oferecendo muitas vezes os mesmos sacrifícios, que nunca podem tirar pecados; mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus, daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés. Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados. E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque, depois de haver dito: Este é o concerto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seu coração e as escreverei em seus entendimentos, acrescenta: “E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades. Ora, onde há remissão destes, não há mais oblação pelo pecado”. Hb 10:9-18 A água era, e é necessária, para purificar externamente, assim como é necessário o batismo, “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé; tendo o coração purificado da má consciência e o corpo lavado com água limpa, retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, porque fiel é o que prometeu”. Hb 10:19-23 A talha para a purificação, atendendo à religiosidade, só purificava externamente, “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! Pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade. Fariseu cego! Limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo”. Mt 23:25-26 Para os judeus, a salvação dependia do cumprimento da lei de Deus e de ritos religiosos, porém nenhum homem é capaz de transformar sua natureza por seguir esforços e mandamentos humanos, “Pode o etíope mudar a sua pele ou o leopardo as suas manchas?” Jr 13:23a . Pois é impossível alguém por merecimento alcançar a redenção. Esta é a verdade que Jesus veio ensinar, “E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, em que, noutro tempo, andastes, segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que, agora, opera nos filhos da desobediência; entre os quais todos nós também, antes, andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça, pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus. Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isso não vem de vós; é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie”. Ef 2:1-9 Deste modo, a água se compara com a lei judaica e o peso dos seus rituais e o vinho com a salvação e a alegria do Reino de Deus, livre do peso das leis religiosas. É este o significado do milagre da transformação de água em vinho. Mas era chegado o tempo da graça e da verdade, onde Cristo é o único que tem o poder para transformar o homem, assim como a água em vinho, “Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”. 2 Co 3:18 O vinho na Bíblia, além de representar o sangue de Cristo, simbolizava alegria, “e o vinho que alegra o seu coração; ele faz reluzir o seu rosto com o azeite e o pão, que fortalece o seu coração”. Sl 104:15 Vamos entender: A lei não trouxe salvação, pois era impossível cumpri-la. Isto só trouxe maldição ao homem, “Todos aqueles, pois, que são das obras da lei, estão debaixo da maldição; porque escrito está: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las. E é evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé. Ora, a lei não é da fé, mas o homem que fizer estas coisas por elas viverá. Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós, porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Gl 3:10,13 Estas maldições só trouxeram dor e sofrimentos, “Quando, pois, disseres no teu coração: Por que me sobrevieram estas coisas? Pela multidão das tuas maldades se descobriram as tuas fraldas, e os teus calcanhares sofrem violentamente”. Jr 13:22 Com a dor e o sofrimento, vieram os prantos, o choro as lágrimas, “Já estou cansado do meu gemido; toda noite faço nadar a minha cama; molho o meu leito com as minhas lágrimas”. Sl 6:6 “Ele levou sobre si as nossas dores, todas as maldições, Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados”. Is 53:4-5 Para enxugar dos nossos olhos todas as lágrimas!!! Nos livrar de todo sofrimento, “Aniquilará a morte para sempre, e assim enxugará o Senhor JEOVÁ as lágrimas de todos os rostos, e tirará o opróbrio do seu povo de toda a terra; porque o SENHOR o disse. E, naquele dia, se dirá: Eis que este é o nosso Deus, a quem aguardávamos, e ele nos salvará; este é o SENHOR, a quem aguardávamos; na sua salvação, exultaremos e nos alegraremos”. Is 25:8-9 Todos pecaram, ninguém é perfeito, “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Rm 3:23 Davi na Bíblia é chamado de “o homem com o coração segundo o coração de Deus”, mais isso não significa que ele era perfeito, pelo contrário, ele cometeu erros graves, porém ele recebeu esse nome porque ele reconhecia e se arrependia dos seus erros, se quebrantava na presença de Deus, “Tem misericórdia de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade e purifica-me do meu pecado. Porque eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que a teus olhos é mal, para que sejas justificado quando falares e puro quando julgares. Eis que em iniqüidade fui formado, e em pecado me concebeu minha mãe. Eis que amas a verdade no íntimo, e no oculto me fazes conhecer a sabedoria. Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que gozem os ossos que tu quebraste. Esconde a tua face dos meus pecados e apaga todas as minhas iniqüidades. Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário. Então, ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e os pecadores a ti se converterão. Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua louvará altamente a tua justiça...”. Sl 51:1-12, 17 Não deixe a amargura dentro de seu coração, “Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva os contritos de espírito. Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR o livra de todas”. Sl 34:18-19 O homem é a talha que procura lavar sozinho toda a sujeira e por isso nunca se lava por completo, antes retém o choro dentro dele, o que só traz tristeza e amargura, assim como os religiosos faziam! Por isso, ainda que a sua vida seja uma festa, uma hora o vinho (alegria) acaba, “E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre”. 1 Jo 2:17 Faça como Davi, deposite as suas lágrimas no odre de Deus (encha as talhas até em cima, se for preciso), “Tu contaste as minhas vagueações; põe as minhas lágrimas no teu odre; não estão elas no teu livro?”. Sl 56:8 Seu sofrimento não vai durar para sempre, “Porque a sua ira dura só um momento; no seu favor está a vida; o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. Sl 30:5 A verdadeira purificação só é possível através do sangue de Cristo. Jesus sofreu para transformar o suor da agonia em sangue, para que as nossas lágrimas se transformassem em vinho, a tristeza em alegria! “E apartou-se deles cerca de um tiro de pedra; e, pondo-se de joelhos, orava, dizendo: Pai, se queres, passa de mim este cálice; todavia, não se faça a minha vontade, mas a tua. E apareceu-lhe um anjo do céu, que o confortava. E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue que corriam até ao chão”. Lc 22:41-44 Quero profetizar que Deus tem o melhor vinho preparado para o final!!! “Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas; melhor é o longânimo do que o altivo de coração”. Ec 7:8 Mas pra receber o vinho novo, precisa o odre ser novo, “E ninguém põe vinho novo em odres velhos; do contrário, o vinho novo rompe os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; o vinho novo deve ser posto em odres novos”. Mc 2:22 Esse milagre maravilhoso só aconteceu porque o Jesus foi convidado para a festa, “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo” Ap 3:20 (Haverá festa no céu por um pecador que se arrepende...) Deus te abençoe! Pr. Ubyratan Araújo

É O FIM DO MUNDO


Site da Universal afirma que China causará a 4ª Guerra Mundial O livro do Apocalipse é alvo de variadas interpretações em diferentes linhas teológicas, que vão desde a literalidade até a linguagem figurada. As revelações feitas a João são tema de diversas discussões no meio cristão, e fonte de estudo para os que tentam prever o fim do mundo, ou o arrebatamento da Igreja. O site Arca Universal publicou um artigo sobre o Apocalipse e afirmou que “muitos são os intérpretes das profecias apocalípticas que creem em uma terceira e em uma quarta guerra mundial, justificando assim a luta final dos povos, ou o Armagedom”. A curiosidade neste caso fica por conta da definição de nomes aos países protagonistas do Armagedom: Rússia e China. De acordo com o texto do site da Igreja Universal do Reino de Deus, “a terceira guerra será encabeçada pelo anticristo, liderando a federação de dez reinos contra a Rússia e os seus aliados. Esta ocupará Israel e as terras circunvizinhas, a fim de pôr fim ao conflito contínuo entre árabes e israelenses”, e como resposta à objeção do anticristo, “a Rússia, então, fará chover as suas bombas atômicas nas cidades costeiras dos Estados Unidos, bem como em muitas cidades europeias”. Já a quarta guerra mundial seria o complemento do Armagedom, na visão exposta pela Universal: “Dessa vez a China, após ter feito muitas conquistas de territórios russos e asiáticos, invadirá a Palestina com milhões de homens, promovendo assim a Quarta Guerra Mundial. Mas o anticristo, liderando os aliados, prevalecerá novamente. E somente depois disto é que virá o juízo sobre o restante da humanidade, do anticristo e do falso profeta. E então o milênio será instaurado”.

FELICIANO OFENDE NEGROS


"Negro nasce negro, não tem como mudar. Homossexual sim", diz pastor A Comissão de Seguridade Social e Família realizou uma audiência pública nesta quarta (7), como de costume. Mas o tema da discussão gerou polêmica: debater a resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe os profissionais da área de oferecerem tratamentos para mudar homossexuais. Essa norma é discutida desde 1999 e continua causando polêmicas entre religiosos, psicólogos e deputados. Na Câmara dos Deputados tramita o Projeto de Decreto Legislativo 234/11, do deputado João Campos (PSDB-GO) que defende o fim da resolução. A questão é debatida em audiências públicas. Ontem, os deputados Pastor Eurico (PSB-PE) e Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) fizeram declarações que acabaram irritando diferentes segmentos. Segundo a Agência Câmara de Notícias, o debate gira em torno da suposta ideia que haja uma “cura” para a homossexualidade. O deputado Pastor Eurico (PSB-PE) questionou a ausência, durante a audiência, de opiniões favoráveis a terapias que pretendem reverter a homossexualidade. “É preciso pensar no direito de quem quer deixar o homossexualismo”, afirmou Eurico, que não aceita ser chamado de homofóbico por defender esse direito. O parlamentar diz não ser a favor de “tratamento compulsório”, mas acredita que aqueles que buscarem tratamento “de forma voluntária” deveriam ter o direito de recebê-lo. O deputado Pastor Marco Feliciano, por sua vez, criticou a resolução do CFP. “Índio nasce índio, não tem como mudar; negro nasce negro não tem como mudar; mas quem nasce homossexual pode mudar. Até a palavra homossexual deveria ser abolida do dicionário, já que se nasce homem ou mulher”, afirmou o deputado. Presente no debate, o representante da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) Francisco Cordeiro afirmou que, desde 1990, a homossexualidade não consta mais na classificação de doenças adotada pela entidade. “Prometer cura para o que não é doença, no caso para a homossexualidade, é charlatanismo”, questionou o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABLGBT), Toni Reis. Representando o Conselho Federal de Psicologia, Ana Paula Uziel ressaltou que “O homossexualismo não pode ser considerado doença por isso não faz sentido se falar em tratamento, muito menos em cura”. Para ela, os psicólogos não poderiam prometer a cura da homossexualidade. “Fica preservada a liberdade de atuação profissional, mas essa liberdade tem limite”, ressaltou. Também se manifestou a psicóloga cristã Rozângela Justino. Ela acusa o conselho de perseguição e discriminação. Conta que, desde 2009, foi proibida de atender pessoas que demonstrem desejo de deixar a atração pelo mesmo sexo. Ela conta que atuou na área durante 27 anos. Porém, depois de ser punida pelo conselho, deixou de exercer a profissão. “Sou discriminada por ser evangélica. Sempre atendi pessoas com desejo de não sentir atração por pessoas do mesmo sexo”, disse.

South Park’ apresenta Jesus discursando drogado e apoiando Pussy Riot


Por Natalie Neris | Correspondente do The Christian Post Um episódio do desenho animado "South Park" mostra Jesus Cristo discursando drogado a favor das integrantes da banda russa Pussy Riot, grupo punk que foi condenado por ofender a Igreja e o presidente Vladimir Putin. Screenshot da cena em que personagem Jesus Cristo faz discurso em favor da banda Pussy Riot no South Park. Relacionado ‘Igreja mente muito sobre a vida de Jesus’, afirma escritor da saga Cavalo de Tróia Jesus deve voltar entre 2018 e 2028, afirma Presidente da Sociedade Bíblica Mundial Peça Jesus Superstar é cancelada após protestos de cristãos na Rússia O programa que foi ao ar na semana passada, apresenta Jesus cercado pelos de South Park e, dizendo: "Causas não devem ser usadas em nossos pulsos. Vamos manter as nossas causas no lugar delas, que é bem aqui… na camiseta!" diz o personagem Jesus. Na camiseta está escrito: “Free Pussy Riot" (Libertem Pussy Riot, tradução). A banda russa foi condenada a dois anos de prisão após realizarem na catedral de Moscou a "oração punk” qualificada como "vandalismo motivado por ódio religioso". Nadezhda Tolokonnikova (22) e Maria Alyokhina (24) estão presas em Moscou. Já Yekaterina Samutsevich (30) foi presa, mas agora está em liberdade. Isso após tocarem uma canção criticando Vladimir Putin no altar da principal catedral de Moscou em fevereiro. No desenho, Jesus também é satirizado com o caso de doping do ciclista Lance Armstrong, um dos maiores ídolos do esporte nos EUA. O atleta foi condenado por usar substâncias químicas que melhoravam sua performance. No desenho animado, os moradores de South Park se revoltaram ao descobrir que Jesus usava substâncias químicas para melhorar suas operações de milagres, semelhante a armstrong. Para recuperar os fiéis, Cristo começou a apoiar fazendeiros e criticar pulseiras beneficentes. South Park O desenho "South Park" é conhecido pelas brincadeiras e ácidas sátiras com todo o tipo de religião, líderes políticos e minorias. Nos Estados Unidos o programa, que foi criado por Trey Parker e Matt Stone, é exibido pela Comedy Central. No Brasil, "South Park" vai ao ar no canal a cabo VH1. Essa não foi a primeira vez que Jesus Cristo vira personagem do South Park. O desenho animado já usou Jesus, bem como outras personalidades religiosas, várias vezes.

Tumba descoberta em Jerusalém pode conter indícios da ressurreição de Jesus


Por Jussara Teixeira | Colaboradora do The Christian Post O grupo de arqueólogos especialistas em assuntos religiosos divulgaram novas informações sobre o túmulo localizado em Jerusalém que pode conter evidências acerca da ressurreição de Jesus. A pesquisa está sendo conduzida por James Tabor e sua equipe, formada por arqueólogos e historiadores da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. As câmaras de alta tecnologia utilizadas na investigação localizaram uma inscrição grega que faz referência à ressurreição de Jesus, que segundo o professor Tabor, pode ter sido realizada “por alguns dos primeiros seguidores de Jesus”. Nas imagens, foi possível visualizar a figura de um grande peixe com um humano na boca em uma das ossadas encontradas. A imagem, segundo os pesquisadores, representaria a passagem bíblica do profeta Jonas, e seria datada de 70 d.C.. O túmulo que está sendo estudado foi descoberto em 1981 com as obras de construção de um prédio no bairro de Talpiot, localizado a cerca de quatro quilômetros da Cidade Antiga em Jerusalém, de acordo com a agência Efe. Tabor conseguiu uma permissão da Autoridade de Antiguidades de Israel para escavar o local entre 2009 e 2010, após conseguir superar a dificuldade imposta pelos ortodoxos, que condenam a escavação de túmulos judaicos. Curta-nos no Facebook Criticas James Tabor é conhecido por ter encontrado, na década de 1980, o que anunciou ser o túmulo da família de Cristo. Seu trabalho é alvo de muitas críticas, por ele não ser arqueólogo formado e por estrelar muitos documentários de televisão, fato que leva os críticos a o acusarem de realizar autopromoção. Para Jim West, professor adjunto de estudos bíblicos da Faculdade de Teologia Quartz Hill e autor de diversos livros sobre arqueologia bíblica, deve-se ter cautela sobre anúncios em descobertas arqueológicas. "Ele não é arqueólogo, em primeiro lugar. Acho prematuro fazer um anúncio desse porte sem a revisão do estudo pelos pares. Na minha opinião, Tabor, que já estrelou muitos documentários na televisão, é um especialista em autopromoção. Temos de ter muita cautela", adverte. O canal de televisão Discovery Channel patrocinou os equipamentos tecnológicos utilizados na escavação e vai exibir ainda este ano um documentário sobre as descobertas. Contato: jussara.teixeira@christianpost.com Twitter: @TeixeiraJussara

Igreja em que Jesus teria sido sepultado, em Jerusalém, deve à companhia de água mais de 2 milhões de dólares.


Por Natalie Neris | Correspondente do The Christian Post Segundo informações do jornal israelense “Maariv”, a Igreja do Santo Sepulcro pode ser fechada. Isso porque a Igreja Ortodoxa de Jerusalém, que é responsável pelo Santo Sepulcro, teve suas contas congeladas. O público pode ficar sem acesso ao templo se a dívida não for sanada. Segundo o arcebispo secretário-geral da Igreja Grega Ortodoxa, Antonios Peristeris, o problema está em pagar a grande dívida adquirida no passado, pois a igreja está pagando as contas de água atuais normalmente. "Nós confiamos que Deus e que as pessoas nos ajudarão", afirmou ele. De acordo com o jornal israelense, a prefeitura de Jerusalém e a Igreja Ortodoxa têm um acordo que a exime do pagamento de água encanada, feito há décadas. Porém, segundo a companhia de água local, a igreja foi recorrentemente procurada para uma solução deste problema. A água do Santo Sepulcro ainda não foi cortada para que não impeça as atividades regulares do centro de peregrinação de milhares de cristãos, em Jerusalém. Curta-nos no Facebook No entanto, a companhia de água da região diz que há anos tenta conversar com a igreja para que uma nova solução seja encontrada. Ela diz que não corta a água do Santo Sepulcro para não atrapalhar as orações e atividades turísticas dos peregrinos. Shimon Peres, presidente de Israel e Binyamin Netanyahu, primeiro-ministro, foram procurados pela igreja para ajuda no pagamento da dívida de cerca de U$2,3 milhões (mais de R$5 milhões). Igreja Santo Sepulcro Localizada na Cidade Velha, em Jerusalém, a igreja Santo Sepulcro foi construída na época do Império Romano. O imperador romano Constantino ordenou que ela fosse edificada após sua mãe visitar o local e a identificar como área onde Cristo morreu. No local está o “Calvário”, colina conhecida como lugar onde Jesus foi crucificado.